Como preparar a pele para a depilação


Você já escolheu o método depilatório ideal para cada parte do corpo, mas fica na dúvida sobre como deixar sua pele preparada para receber corretamente as agressões que a depilação causa. 

Afinal, a retirada dos pêlos, apesar de ser higiênica e até saudável em determinados casos, não é algo natural. Quando o procedimento é feito por um profissional de confiança, é comum que a cliente receba instruções com antecedência. Contudo, quando a depilação é caseira ou realizada eventualmente em clínicas ou salões, nem sempre é possível encontrar a orientação desejada.

De acordo com a dermatologista Marcella Delcourt, colaboradora do Grupo de Alergia e Fototerapia do Departamento de Dermatologia da Santa Casa de São Paulo, todo tipo de depilação exige cuidados antes da aplicação. “Na semana anterior, deve-se aplicar diariamente, durante o banho, um esfoliante suave, para desencravar os pêlos e facilitar a sua retirada”, explica. “Já no dia da depilação, é recomendado usar roupas mais larguinhas e, de preferência, de algodão. Tecidos sintéticos como jeans e lycra contribuem para o aparecimento de pêlos encravados”.

Segundo a médica, esfoliar a pele é uma prática que pode ser realizada periodicamente, pois ajuda na renovação celular, deixando-a com textura mais macia, quando feita suavemente. É bom lembrar que a esfoliação em excesso pode ressecar e ferir a pele. “Quem tem tendência a foliculite deve começar esfoliando em dias alternados, assim que os pêlos começam a nascer, para que ocorra a desobstrução do poro e evite inflamações”, destaca.

No caso de depilação com cera ou laser, a atenção precisa ser redobrada. No caso da cera, vale investir em um banho morno cerca de trinta minutos antes da sessão, para abrir os poros e facilitar a saída do pêlo. Já na depilação a laser, a pele não deve estar bronzeada, pois a pigmentação pode confundir o aparelho, provocando queimaduras. Isso porque o bronzeamento ativa os melanócitos, células que, quando estimuladas, passam a produzir melanina. É diferente da pele naturalmente morena ou negra, que possui uma quantidade de pigmento proporcional, sem esse estímulo extra. Ainda assim, há clínicas que têm restrições em realizar o tratamento quando a pele é muito escura. O ideal é ficar de duas a três semanas sem bronzear-se para que a depilação a laser seja mais segura.

Hidratar pode?
Quem nunca passou um hidratante ou gel calmante na pele após a depilação, que atire a primeira pedra. Seja para aliviar a vermelhidão ou amenizar a sensação de ardor, esse hábito acabou popularizando-se, sem contar efetivamente com um critério médico. “A pele bem hidratada é uma pele mais saudável para enfrentar a agressão da depilação com cera, desde que o creme não seja usado no dia da depilação, o que dificulta a extração dos pêlos” explica Luisa Catoira (RJ), especialista em estética corporal e facial. “Após a depilação, os cremes hidratantes devem ser evitados. O ideal é usar gel ou loções oil-free, que acalmam a irritação e tonificam a pele”.

No caso da depilação por lâmina e por cremes depilatórios, métodos que não arrancam o folículo piloso, não há muito o que fazer. Como o pêlo volta a crescer rapidamente, o toque na pele, quando estão nascendo, é sempre áspero. Para retirar os resíduos de cera, pode ser usado um removedor específico para esse fim, que contenha substâncias antissépticas para evitar infecções. E nada de cutucar pêlos encravados! Invista em produtos indicados por dermatologistas, caso tenha tendência à foliculite.

A dra. Marcella Delcourt tem um conselho precioso para quem depila o rosto: “usar um creme a base de Eflornitina duas vezes por dia, religiosamente. Este ativo ajuda a inibir o crescimento do pêlo, fazendo com que a depilação dure mais. Estudos mostram que o uso do produto, associado à depilação a laser, levam à eliminação mais eficaz dos pêlos”. Anotado?

Dicas para cada tipo de depilação
Depilação com cera:
- A pele deve estar muito limpa (sem resíduos de hidratantes, óleos ou sujeira);
- A depiladora precisa usar máscara e luvas;
- A pele deve estar bem esticada para evitar flacidez no momento que a cera é puxada;
- A temperatura da cera quente deve ser regulada para evitar queimaduras;
- Use sempre material descartável. A fervura e a passagem por peneiras não matam todos os fungos e bactérias;
- O pêlo deve ser puxado paralelo à pele (e não pra cima);
- Cuidado com as ceras feitas em casa com açúcar, mel e limão, pelo risco de queimadura;
- Utilize as loções pós-depilação, que ajudam a cicatrizar e regenerar a pele.


Depilação com lâmina:
- As lâminas devem estar sempre muito limpas e novas para evitar que a pele fique machucada ou com alguma irritação.
- É importante que cada um tenha sua própria lâmina, para evitar transmissão de bactérias ou fungos de uma pessoa para a outra.


Depilação com cremes depilatórios:
- Os cremes depilatórios agem superficialmente e dissolvem o pêlo. É importante verificar se a pele aceita a química antes da aplicação;
- Leia as instruções do fabricante antes e siga as orientações para evitar irritações.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...